Dicas para vender produtos personalizados nas redes sociais

Cada vez mais a demanda por produtos personalizados cresce, principalmente quando se trata de segmentos específicos. Isso porque cada consumidor tem gostos diferentes e faz parte de uma certa tribo. Em busca de expressar sua individualidade, a procura por camisetas personalizadas e outros produtos tem aumentado.

Para se ter uma ideia, de acordo com uma pesquisa feita pela Dessault Systèmes, 83% dos consumidores entrevistados esperam que produtos e serviços se adaptem às suas necessidades em pouco tempo. Além disso, estão dispostos a pagar em média até 25,3% a mais pela personalização.

E quem tem um negócio tanto de produtos personalizados quanto de um segmento pode aproveitar essa crescente para vender mais ou para ampliar seu catálogo, incluindo camisetas, canecas, ecobags personalizadas etc.

Como vender produtos personalizados

1 – Entenda as necessidades do seu público-alvo

É muito importante entender sempre as necessidades do seu público-alvo. Mesmo que você já tenha um negócio há anos, é preciso estar de olho nas movimentações e novos desejos do seu consumidor para não ficar para trás.

Uma das formas de entender essas necessidades é perguntar para o seu público o que eles gostariam de ver de novidade no seu negócio. Além disso, levar esse tipo de questão para seus consumidores também é uma forma de se aproximar deles e fazer com que eles sintam que são uma parte do seu negócio.

Outra forma é ficar de olho nos comentários dos seus consumidores e também no que os correntes estão fazendo. 

2 – Tire boas fotos dos produtos personalizados

Para vender produtos personalizados na internet é importante tirar boas fotos, uma vez que será o primeiro contato do cliente com o produto. Procure fazer fotos mais sobre o cotidiano em que os produtos serão usados quando pensar em redes sociais. Imagens no formato mais de catálogo, com aqueles fundos brancos, é apenas para a sua loja virtual.

Você pode conferir também dicas de como tirar boas fotos no nosso artigo 5 Truques para Tirar Fotos de Roupas para o seu E-commerce.

3 – Diversifique os produtos 

Ter um leque de opções para personalização é uma grande vantagem, porque uma pessoa pode ter gostado de uma estampa, mas preferir uma caneca a uma ecobag, por exemplo. Então, quanto mais produtos você oferecer, mais chances têm de vender seus produtos ou até de aumentar seu ROI.

Uma ideia também é oferecer kits com produtos diferentes, seja com as mesmas estampas ou até mesmo dando a opção do cliente escolher os desenhos que quer para cada item. Caso sua empresa não seja apenas de produtos personalizados, mas seja de um nicho específico que você inclui esse tipo de produto, dar descontos caso o consumidor também compre algum item customizado também é uma boa estratégia. 

Redes sociais: venda produtos personalizados nos canais certos

Cada rede social tem uma linguagem própria na hora de interagir com o público. Além disso, há também a questão da idade das pessoas de cada canal. Por exemplo, hoje em dia, há muito mais pessoas de 20 e poucos anos usando o Tik Tok do que o Facebook. Então, se o seu público tiver essa faixa etária, é importante analisar o Tik Tok na hora de criar a sua estratégia.

  • Instagram: é uma rede social que está cada dia mais focada em vídeos. Você pode usar várias ferramentas disponíveis nessa plataforma como os stories, reels, igtv,  próprio feed e também a loja do Instagram. Mas lembre-se que até mesmo essas ferramentas possuem uma linguagem diferente e um objetivo diferente. Por isso é muito importante analisar seu público-alvo para entender que tipo de conteúdo produzir.
  • Facebook: é possível compartilhar textos, fotos, vídeos, story e outros formatos. No Facebook, você encontra também o marketplace da plataforma, onde é possível inserir os produtos da sua loja e vender diretamente pelas ferramentas da rede social.
  • Youtube: é um ótimo canal  para se aprofundar em conteúdos do seu segmento para criar autoridade para o seu negócio, além de mostrar melhor seus produtos e se diferenciar dos concorrentes.
  • Tik Tok: quando se trata de um público mais jovem, o tik tok pode ser uma das melhores plataformas para criar conteúdo e autoridade dentro da internet. Para isso, é preciso criar vídeos divertidos ou que expliquem algo do interesse do seu público. 
  • Pinterest: por ser uma ferramenta visual e fonte de inspiração de muitas pessoas, quanto melhores fotos dos seus produtos, melhor para atrair o público que deseja. E, se tratando de produtos personalizados, é uma plataforma incrível para expor os seus.
  • Linkedin: por ser voltada para o mercado de trabalho, talvez seja preciso pensar bastante sobre a melhor forma de abordagem nesse canal na hora de divulgar seus produtos. Uma ótima opção é usar mais para ganhar autoridade como marca, pois isso conta muito nos dias de hoje.

Venda produtos personalizados sem precisar de estoque

Imagina produzir produtos somente depois que o cliente realiza a compra, sem se preocupar com estoque ou ter dor de cabeça na hora de pensar na liquidação daqueles produtos encalhados…

Ou melhor: não só apenas produzir, mas só pagar pelo produto depois que ele for vendido.

Essa é a lógica do Print on Demand (POD), ou impressão sob demanda em português!

O Print on Demand é um modelo de negócio que vem crescendo no exterior e ainda tem muito para crescer no Brasil.

Um benefício importante nesse modelo é que as marcas não precisam ter uma fábrica para produzir os produtos personalizados sob demanda, basta apenas fazer a integração com empresas que já possuem essa estrutura.

Funciona assim: você integra o seu e-commerce com uma empresa que trabalha com essa lógica, ela vai receber diretamente todos os pedidos da sua loja; processar, produzir e enviar diretamente para o seu cliente.

Assim, é possível focar em outras áreas para expandir ainda mais seu negócio, como a produção de mais estampas ou no marketing, por exemplo.

O precursor desse tipo de negócio no Brasil foi a Dimona com a solução de dropshipping chamado Dropsimples. Com uma fábrica própria, a empresa foi pioneira no país ao investir em tecnologias de impressão sob demanda (DTG). 

Confira como funciona o Dropsimples no vídeo abaixo:

Agora, você não precisa mais se preocupar com estoque ou entrega dos seus produtos personalizados. É só integrar com a solução Dropsimples!

Deixe uma resposta