momentos históricos: a dimona foi destaque do programa de licenciamento dos jogos rio 2016. vamos relembrar?

Em 2016 a Dimona atuou como marca licenciada dos jogos Olímpicos e Paraolímpicos, fornecendo os produtos oficiais para todos os canais de venda. A atuação foi tão positiva que após o evento, a Dimona foi eleita como um dos 3 maiores destaques do programa de licenciamento dos jogos Rio 2016.

Ainda durante os jogos, Leonardo Zonenschein, sócio/diretor comercial da Dimona, concedeu uma entrevista ao COI, no parque olímpico, onde falou sobre as estratégias, objetivos e aprendizados conquistados com esse grandioso e histórico evento.

Confira aqui como foi entrevista e conheça mais a fundo esse case de sucesso!

Preparamos aqui uma matéria com um resumo de como foi a entrevista:

Como foi a decisão de participar dos jogos olímpicos como marca licenciada?

Participar dos jogos olímpicos era um sonho nosso, por sermos uma marca carioca e que sempre esteve ligada aos grandes eventos da cidade. Desde 2009, quando o Rio foi escolhido como sede, iniciamos uma forte preparação para conquistar esse contrato: investimento em infraestrutura, maquinário, técnicas de estamparia, controle e qualidade.

A gente sempre brinca internamente que assim como o atleta precisa se preparar para estar apto pra competir nos jogos, a gente também fez essa preparação corporativa.

Quais foram as estratégias adotadas?

Como atuamos tanto na venda quanto na fabricação, a precificação precisou ser pensada de forma estratégica. A estratégia inicial foi dividir os canais de venda:

1 Mapeamos diversas pequenas lojas ligadas ao turismo e que poderiam atuar nas vendas.

2 – Montamos uma equipe para atende as lojas oficiais ligados aos jogos.

3 – Criamos uma central de atendimento direto para abastecer as Mega Stores que estavam presentes nos locais dos jogos, atendendo as linhas próprias dessas lojas.

4 – Criamos também uma linha com custo bastante competitivo para ser vendida nas próprias lojas Dimona.

O Brasil é um país bastante desigual, e ao mesmo tempo um local que em que tiveram diversas pessoas querendo participar dos jogos. Um dos nossos objetivos dentro do projeto era a coibição da pirataria nos jogos e a democratização do acesso aos produtos oficiais.

A nossa empresa acredita que quando você oferece um produto oficial com um preço muito competitivo, as pessoas deixam de comprar o pirata. Então, oferecer um produto com custo mais acessível, foi uma forma de democratizar isso.

Como os valores Olímpicos são aplicados no dia a dia da empresa?

Trazer os Jogos Olímpicos pra dentro da empresa foi um choque cultural que será levado como legado em diversos aspectos. Esses valores foram trazidos com muita força para dentro dos times, principalmente em relação a questões como fidelidade com a marca, respeito com o produto e importância do que está sendo feito.

Quando a gente anunciou o projeto para os funcionários, fizemos uma grande reunião dentro do próprio comitê olímpico. Levamos toda a equipe de vendas para pra que eles sentissem o ambiente, a dinâmica e o coração dos jogos. Isso foi essencial pra que eles entendessem a dinâmica do evento e o quanto ele seria importante para a cidade.

Todos esses valores olímpicos são conceitos que trouxemos pra dentro da marca e que nos ajudaram muito a transformar a cultura da nossa empresa. Certamente as experiências que tivemos durante a produção, criação e comercialização, vão ficar enraizadas em todo o nosso time, desde a diretoria, até os demais funcionários.

Quais são os objetivos da marca?

Nosso objetivo de negócio era fortalecer a marca como referência na personalização de camisetas, como uma empresa que atende desde pequenos volumes, até grandes volumes, no Rio de Janeiro e no país como um todo.
E além disso, também queríamos nos firmar como parceira dos grandes eventos da cidade, conforme temos feito ao longo dos últimos anos.

Quais são as recomendações que a Dimona daria?

A minha recomendação é que o comitê sempre busque empresas que tenham a flexibilidade que os jogos exigem. Entramos no projeto no final de 2015 para atender uma demanda de rápida reposição e flexibilização do desenvolvimento de produtos.

Diversas grandes empresas são inflexíveis, tanto no desenvolvimento do produto quanto na velocidade de atuação. A Dimona, por ser do Rio e por possuir as técnicas de estamparia internas, é uma empresa que possui muita agilidade.

Por exemplo, durante os jogos, muitas vezes são necessárias reposições em 24h para as mega stores. E para isso, é importante ter um parceiro muito flexível e dedicado para fazer essa reposição sob demanda. Até porque, durante os eventos, cada dia de venda é muito importante.

Eu acho importante que os jogos não sejam vistos por empresas como um simples projeto a mais. Para minha empresa por exemplo, os jogos foram encarados como o projeto da nossa vida. A gente dedicou toda a estrutura de corpo e alma para atender isso.

Acho que essas oportunidades precisam realmente ser dadas aos pequenos e médios empresários também, para que eles mostrem seu trabalho e dedicação, dando a importância que os jogos merecem e precisam.

Licenciamento:

Os jogos olímpicos, assim como a JMJ e o Rock In Rio, foram grandes eventos em que a Dimona atuou como marca licenciada. Quer saber mais sobre como funciona o licenciamento?

Entre em contato com a nossa central de atendimento através do e-mail atendimento@camisadimona.com.br ou pelo telefone (21) 2109-3661.

Saiba mais em nosso site www.dimona.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s