Silk Screen

O Que é Silk Screen? Como Funciona Esta Técnica e Como fazer

Você pode não saber, mas o silk screen está ao seu redor: camisetas, pôsteres, quadros, peças de artes e muitos outros produtos dependem dessa técnica para existir. É até comum ouvirmos falar de “estampas em silk screen”. Mas, afinal, o que significa isso?

Se você quer aprender a respeito e entender como um desenho de computador se transforma em uma estampa detalhada e colorida em uma camiseta (ou em outro tipo de material), não perca o nosso artigo! Confira abaixo!

O que é o silk screen e como funciona

O silk screen, também chamado de serigrafia, é um processo de impressão. Nessa técnica, que pode ser realizada por uma pessoa, de forma mecânica, ou automaticamente, por máquinas, a tinta é vazada, por meio da pressão de um rodo. Esse rodo é passado ao longo de um tela (feito de nylon ou seda), que é esticada em um bastidor de madeira ou de aço.

Atualmente, o silk screen é o processo mais comum para se estampar camisetas, moletons, jeans e outras peças de roupas. Além de tecidos, ele pode ser usado para impressão em diversos tipos de materiais, tais como plástico, borracha, papel, madeira e vidro, e superfícies, como esférica, cilíndrica, irregular, opaca e brilhante. E não é só isso: são muitas as espessuras e os tamanhos que podem servir de base para os variados tipos de tintas do silk screen.

Como se estampa usando o silk screen

O processo da serigrafia começa no computador, com o trabalho do designer, que utiliza programas específicos para criar uma estampa, como o Illustrator ou o CorelDraw. Nessa etapa, ele define o desenho, as cores, os efeitos, o tamanho e a localização na peça.

A seguir, os fotolitos são impressos. Os fotolitos – também chamados de negativos ou vegetais – são filmes transparentes, utilizados como matriz para impressão de materiais gráficos. Nesse momento, é fundamental que a separação de cores nos fotolitos seja bem feita, pois isso irá influenciar na qualidade da estampa.

Agora, é hora de gravar as matrizes, que são os quadros de metal ou madeira que possuem uma tela de nailon ou seda bem esticada, nos quais será passada uma emulsão fotossensível. Quando em contato com uma fonte de luz UV, ela endurece onde não está o fotolito, o que gera a revelação da arte criada.

Para finalizar, é preciso preparar o material onde será estampada a arte, o que implica em verificar o encaixe perfeito da matriz, misturar as cores e preparar os rodos. Aí, é só utilizar a matriz e o rodo sobre a superfície de uma camiseta, por exemplo, e pronto: o material está com a estampa que você criou!

É importante ressalvar que a técnica Silk Screen são ideais para estampas com cores mais sólidas, não sendo possível estampar artes em degradê, por exemplo.

No video abaixo, nós mostramos todo o processo de Silk-Screen da estamparia da Dimona. Conheça todas as etapas!

Estampe camisetas com a técnica silk screen

Não é à toa que o silk screen é bastante utilizado na indústria de estamparia, principalmente quando se trata de peças de roupa. Com o avanço do maquinário e o uso de computadores, pode-se obter uma impressão de grande qualidade, com alta fidelidade em relação à matriz.

Essa técnica abre um grande leque de opções, pois, como já dissemos, é muito adaptável a diferentes materiais, superfícies e tamanhos. A possibilidade de ser manual ou automática também ajuda a aumentar a popularidade da serigrafia.

Na Dimona, usamos essas técnicas para estampar diversas camisas oficiais na nossa fábrica, como a Copa América de 2019, a Linha Time Brasil e Jornada Mundial da Juventude, por exemplo.

Agora que você já conhece a técnica, que tal criar sua camiseta?

Para saber mais, é só entrar em contado com a nossa Central de Vendas (21)2109-3661 e (11)30421095 ou enviar um email para atendimento@camisadimona.com.br.

6 comentários

Deixe uma resposta