As camisetas nunca saem de moda. Elas representam praticidade e conforto, mas sem abrir mão do estilo. Numa época onde as pessoas se preocupam como nunca com a maneira como se vestem e querem expressar sua individualidade com o visual que escolhem, se diferenciar nesse mercado é essencial. E para isso é preciso conhecer bem as técnicas de customização e estamparia de acordo com as preferências de cada público.

Leia o texto a seguir e descubra as principais possibilidades na hora de estampar uma camiseta:

Serigrafia

A serigrafia, também chamada de silk screen, é um método de impressão. Nela, a tinta é vazada — através da pressão de um rodo ou puxador —, através de uma tela preparada especificamente para isso. Essa tela é feita de poliéster ou nylon e a gravação é realizada através do processo de foto-sensibilidade em uma mesa de luz. Os pontos escuros correspondem aos locais vazados na tela, por onde a tinta passa. Já os claros são os que estão impermeabilizados, e assim não há passagem de luz. Pode ser feita de forma manual, com pessoas realizando o processo ou automática, onde máquinas efetuam os passos.

Estamparia digital

É uma das formas mais práticas de estampar, pois não há necessidade de uso de matrizes, cilindros ou materiais mais trabalhosos. Além disso, possibilita produzir em grande ou pequena escala, pois minimiza desperdícios. A tinta e o maquinário são mais dispendiosos, mas o pouco desperdício somado à alta resolução dessas impressoras compensa de longe o investimento. É possível imprimir até fotos com perfeição de detalhes! São vários os tipos de impressoras no mercado, cada qual com suas particularidades e pontos fortes.

Transfer

Esse processo nada mais é do que a transferência de uma imagem do papel para o tecido da camiseta. Isso se dá através de uma prensa ou prancha térmica aquecida. A tinta contida no transfer vai para a camiseta quando é feita pressão com a temperatura certa por alguns segundos. Como o transfer é feito em computador, é possível ter uma grande variedade de cores, imagens e possibilidades, porém, a qualidade do resultado pode variar com o tipo de malha ou tecido utilizado.

Estamparia Laser

A estampa a laser é pouco utilizada nas confecções, pois, apesar de moderna, tem várias limitações. Como ele “queima” o tecido ou a malha, os desenhos possuem apenas uma cor e o efeito é sempre o mesmo, lembrando o efeito de corrosão na serigrafia. Atende a um público mais específico.

Bordado

Não é uma estampa propriamente, mas é uma técnica de personalizar as camisetas que, embora antiga, está em franco crescimento. Além de poder ser feito de maneira artesanal, confecções também utilizam o bordado industrial, que aumenta a qualidade e a velocidade de produção. As máquinas modernas podem ainda aplicar outros materiais, como fitas e lantejoulas, personalizando ainda mais a vestimenta.

Essas são as principais formas de personalizar suas camisetas com estampas. Elas podem deixar sua roupa do jeito que você deseja, com diversas possibilidades e dando asas à criatividade. Elas estão na moda e ficarão ainda por muito tempo, pode apostar!

Já usou alguma dessas técnicas para estampar suas camisetas? Deixe o seu comentário abaixo e conte para nós!